Toda empresa precisa aprender como elaborar um plano de negócio. Seja para fornecer orientação para a equipe interna e gestores ou para guiar um crescimento, este documento é vital para o sucesso da sua organização.

Mas, você sabe como elaborar um plano de negócio?

A minha indicação é que você não deixe esse planejamento apenas no campo das ideias.

É preciso que você realmente crie um documento, que poderá ser acessado sempre que necessário.

Resumindo, coloque no papel seus planos para sua empresa.

Para começar, crie um sumário. Sugiro a seguinte divisão:

  • Resumo executivo – uma breve apresentação do seu negócio
  • Descrição da empresa – descreva o que você faz
  • Análise de mercado – pesquise sobre seu setor, mercado e concorrentes
  • Organização e gestão – apresente como é constituída a sua estrutura de negócios e gestão
  • Serviço ou produto – quais são os produtos ou serviços que você está oferecendo
  • Marketing e vendas – como você pretende comercializar seus serviços e produtos. Descreva sua estratégia de vendas.
  • Projeções financeiras – forneça informações como balanços, necessidade de capital de giro, possíveis empréstimos.

Eu sei que começar pode parecer difícil, por isso, separei 7 passos para você aprender como elaborar um plano de negócio simples e prático.

Destaquei, entre os tópicos do sumário, os pontos que considero mais críticos na elaboração do planejamento. Então, mãos à obra!

Como elaborar um plano de negócios: o futuro da sua empresa em 7 passos

1. Pesquise, pesquise e pesquise

Pesquise e analise seu produto, serviço e seu mercado.

Para elaborar um plano de negócio você deve conhecer:

  • Sua empresa
  • Seu produto
  • Sua concorrência
  • O mercado

Em outras palavras, é sua responsabilidade saber tudo o que puder sobre sua empresa e o setor em que você está inserido.

Leia tudo o que puder sobre o mercado e converse com seu público.

Você pode usar a internet para conhecer as empresas que são suas concorrentes mais intimamente.

Uma sugestão é que utilize a matriz SWOT, para analisar as oportunidades, ameaças, forças e fraquezas do negócio.

2. Determine o propósito do seu plano

Um plano de negócios é um documento que precisa descrever a:

  • Natureza do negócio
  • Estratégia de vendas e marketing
  • O contexto financeiro (contendo uma declaração de lucros e perdas projetadas)
  • Os objetivos que você deseja alcançar

No entanto, seu plano de negócios pode servir para diferentes finalidades.

Ele também é um roteiro que fornece orientações para que uma empresa possa planejar seu futuro e ajudar a evitar obstáculos em seu caminho.

Se você quiser atrair investidores, elaborar um plano de negócios é ainda mais relevante.

3. Crie um perfil da empresa

O perfil da sua empresa inclui:

  • Histórico de sua organização
  • Quais produtos ou serviços você oferece
  • Seu público-alvo (e suas personas)
  • Recursos disponíveis
  • Seus valores e visão
  • O que torna sua empresa única

Além de um componente essencial do seu plano de negócios, é também uma das primeiras partes escritas no planejamento.

4. Liste seus objetivos

Como falei rapidamente há alguns tópicos acima, é importante que seu planejamento tenha a descrição dos seus objetivos.

Uma dica de como elaborar um plano de negócios simples e prático, é descrever suas metas, como objetivos SMART. Ou seja, eles devem ser:

  1. eSpecíficos (Specific)
  2. Mensuráveis
  3. Atingíveis
  4. Relevantes
  5. Temporais

5. Tenha um plano estratégico de marketing

Ao aprender como elaborar um plano de negócio não esqueça do planejamento estratégico de marketing.

Neste momento você precisa entender como você quer que a sua empresa seja vista no mercado. Qual a imagem que você deseja que ela tenha?

Entender o que é branding, pode ser o diferencial que definirá o sucesso ou esquecimento da sua marca.

Precisando de um exemplo? Vamos lá.

Atualmente, a Havaianas é uma marca de chinelos conhecida no mundo todo. Entretanto, talvez você não saiba que, quando foi concebida era apenas mais uma empresa que fabricava e vendia chinelos. O produto não tinha aceitação entre as classes mais altas e era vendido em qualquer farmácia.

Bom, há alguns anos a marca passou por uma reformulação, ganhando personalidade (brasileira da gema), nova identidade visual, lojas super estilosas, campanhas publicitárias estreladas por artistas e mais.

Como você já sabe, hoje celebridades e milionários do mundo todo calçam Havaianas.

A marca é queridinha de todas as classes sociais e é um dos símbolos da moda inclusiva e descolada!

Então, inspire-se!

O marketing, entretanto, não é somente sobre branding.

No plano de negócio é preciso que você inclua informações relevantes para a área de gestão da empresa, tais como:

  • Intenção de introduzir novos produtos ao portfólio
  • Estender o mercado para produtos existentes, inserindo-os em novas cidades, por exemplo
  • Objetivo de aumentar as vendas de um determinado produto ou serviço e mais

Defina algumas estratégias que devem ser aplicadas para que a empresa alcance seus objetivos, tais como:

  • Criação de táticas de Inbound Marketing
  • Aquisição de software de automação de marketing
  • Criação de setor de Inbound Sales
  • Marketing de redes sociais
  • Ações de e-mail marketing
  • Produção de conteúdo
  • Compra de mídia, em plataformas como Google Adwords e Facebook Ads, por exemplo, e mais.

Na seção de objetivos do seu plano de marketing, você deve se concentrar em apresentar o que vai ser feito e porque.

Já na seção de implementação, você apresenta como será o dia a dia, indicando:

  • Quem
  • Onde
  • Quando
  • Como, as ações serão realizadas

Obviamente, alcançar objetivos de marketing terá custos.

Seu plano de marketing precisa ter uma seção na qual você aloque orçamentos para cada atividade planejada.

6. Tenha em mente o seu público

Você precisa saber quem é seu cliente e ter uma estimativa do tamanho de seu público.

Se você tem uma loja de roupas básicas masculinas, por exemplo, poderá atender a homens de 18 a 50 anos.

Imagine a Hering, ela é um bom exemplo aqui, pois, além desse público, também atende ao amplo público feminino.

Agora, se sua loja de roupas vende camisas de rock, por exemplo, seu público potencial tem a tendência de diminuir.

É preciso que você conheça o público para entender como se comunicar e chegar até ele.

Se você pretende fazer uma análise formal do mercado, é necessário pesquisar um pouco, primeiro para identificar seus segmentos de mercado e determinar o tamanho de cada segmento.

Um segmento de mercado é um grupo de pessoas (ou outras empresas) para as quais, você poderia potencialmente vender.

Não caia na armadilha de definir o mercado como “todo mundo”. Mesmo no exemplo da Hering, apresentado acima, existe um perfil de clientes, que tem um determinado estilo.

Entenda o que motiva seu cliente a comprar o seu produto.

Outro exemplo útil para a segmentação de público é uma loja de calçados.

Embora seja tentador para uma empresa desse setor dizer que seu mercado-alvo é todo mundo que tem pés, de forma realista, eles precisam atingir um segmento específico do mercado para ter sucesso. Eles podem definir como personas:

  • Atletas, que necessitam de um tênis confortável e anatomicamente preparado para o impacto
  • Pessoas de negócios que precisam de sapatos formais para o trabalho
  • Talvez estejam mirando em crianças e suas famílias.

Se você anda meio perdido sobre como definir seu público é a hora de parar o que estiver fazendo e se concentrar neste tópico. Meu objetivo é te ajudar, por isso, sugiro que leia o artigo; Descubra o que é nicho de mercado e como escolher o seu”.

7. Explique porque você se importa

Seu plano precisa mostrar que você realmente se preocupa com sua empresa.

  • Você pode apresentar os erros que você já cometeu e como aprendeu com eles
  • Deve indicar os problemas que você espera resolver no período estabelecido
  • Liste seus valores
  • Apresente o que faz você se destacar da concorrência

Se o seu objetivo em aprender como elaborar um plano de negócio, é conseguir um investidor, ou alinhar sua equipe dentro das mesmas metas, é importante que apresente porque você iniciou esse projeto e o que ele tem de especial.

Imagine que você tenha uma empresa de empréstimos online e que ao lançá-la no mercado você queria mudar a forma como os empréstimos eram feitos. A ideia era tornar mais fácil para qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo, realizar seus sonhos, com baixas taxas. Isso deve ser passado no plano.

Ao explicar por que você se preocupa com sua empresa, cria-se uma conexão emocional com os outros envolvidos, para que eles apoiem ​​sua organização.

O plano de negócio é um documento que apresenta:

  • O passado, com o que te ajudou a chegar até aqui
  • O presente, destacando o que você é e tem atualmente
  • O futuro, apresentando tudo o que você espera ser e ter, dentro de um período específico de tempo

Crie uma linha do tempo de como você espera que o negócio funcione, pois isso o ajudará a estabelecer metas úteis.

Atenção!

Não caia na armadilha de querer – e planejar – tudo para ontem!

Organize o cronograma do seu plano de negócio com ações e objetivos de curto, médio e longo prazo. Nada acontece de um dia para o outro.

Se você está no início de sua trajetória ou está precisando alavancar sua empresa, você pode contar com a iZettle; um sistema que, por meio de uma gestão eficiente de negócio, tem o objetivo de ajudar você a alavancar seu negócio. Você pode utilizar nosso aplicativo, gratuito, para:

  • Organizar o negócio
  • Gerar um relatório de vendas simples e rápido
  • Realizar controle de estoque
  • Fazer uma gestão de equipe, eficiente
  • Cadastrar clientes e mais.

Acesse nosso site e conheça o aplicativo de gestão.

Simplifique a gestão do seu negócio com o aplicativo gratuito da iZettle.

Saiba mais aqui!