Como proprietário de uma empresa, uma de suas principais tarefas é garantir que as finanças do negócio estejam em ordem. Parece complicado, mas seguindo algumas dicas de organização financeira, você conseguirá fazer uma gestão eficiente.

A administração de um negócio é um processo que pode ocupar grande parte do dia de um empreendedor. São várias contas a pagar e a receber, investimentos a realizar, compras de produtos e matérias-primas, e muito mais.

Leia também: Como administrar uma empresa e suas finanças?

Embora seja compreensível que o empreendedor queira controlar todos os aspectos do negócio, existem várias opções de como organizar financeiramente uma pequena empresa, para garantir que a gestão de caixa, não se torne um problema.

Anote as dicas de organização financeira para manter as finanças do seu negócio, organizadas, gastando menos tempo e se concentrando em outros assuntos importantes.

8 dicas de organização financeira para pequenas empresas

1. Separação de Fundos Pessoais e Empresariais

Atenção! Se você ainda mistura seus gastos e recebimentos pessoais com os empresariais, resolva isso imediatamente.

Além de extremamente prejudicial para a organização financeira de uma empresa, esse hábito pode trazer problemas contábeis sérios, tanto para sua pessoa física, como para a pessoa jurídica.

Converse com seu contador. Ele irá te alertar sobre os inúmeros problemas que isso pode causar.

Separar sua vida financeira pessoal e empresarial, torna mais fácil a lida com impostos, mas também deixa mais visível o crescimento da sua empresa e permite uma previsibilidade mais real de ganhos e gastos.

A sugestão é que você, como empreendedor, tenha um salário e faça a retirada mensalmente. Com esse valor em mãos você quita suas contas pessoais.

Se você ainda não está completamente inteirado sobre a parte burocrática de seu negócio, que tal ler o artigo; “Quais impostos uma empresa paga e para o que eles servem?

Depois de seguir a primeira, entre as dicas de organização financeira, você pode passar para as próximas etapas.

2. Delegar ou terceirizar

Para compreender como organizar financeiramente uma pequena empresa, você vai precisar, antes de tudo, de um bom profissional que irá assumir as tarefas burocráticas do setor administrativo.

Ele irá fazer o controle diário de contas a pagar e a receber, cobrar clientes e controlar o fluxo de caixa.

Esse profissional deve ser seu braço direito!

Enquanto ele faz o levantamento de dados e números, você, como empreendedor, deve ter como foco a estratégia e a tomada de decisões, embasadas nas informações que ele te traz.

Se você não tem a equipe para delegar atividades financeiras, então terceirize. Contrate uma consultoria, por exemplo.

Seu tempo, como empreendedor, deve ser dedicado mais à estratégia do que à execução

3. Crie uma lista de afazeres para cada dia

Uma dica de organização financeira e empresarial, simples e eficiente. O problema é que poucas pessoas realmente acompanham suas listas.

Qual é o sentido de escrevê-las, se você não as usar como referência para suas prioridades de trabalho?

  • Anote tudo o que você precisa fazer: não é necessário que esteja em nenhuma ordem específica, apenas escreva as atividades que deve realizar
  • Agrupe tarefas relacionadas que poderiam ser concluídas juntas
  • Numere sua lista de acordo com o nível de prioridade e reorganize conforme necessário
  • Vá marcando as tarefas concluídas

Embora o bom e velho papel e caneta funcionem bem para listas simples de tarefas, você também pode optar por usar aplicativos que organizam essas atividades.

Não importa o formato da sua lista, no papel ou no smartphone, o importante é que você a construa e busque segui-la, diariamente.

Se você está focado na atividade diária, você verá os pontos críticos sendo resolvidos.

As listas são ótimas maneiras de manter o foco. Você perceberá que está mais consciente de como está gastando seu tempo.

4. Crie um processo de relatório financeiro

É importante ter demonstrações trimestrais de lucros e perdas, um balanço e um relatório de fluxo de caixa.

A criação de um prazo para relatórios periódicos, ajudará você a entender quando e como sua empresa está preparada para crescer. Por meio dessa documentação também é possível identificar quedas constantes de lucratividade, por exemplo.

Os relatórios permitem que decisões estratégicas sejam tomadas, com base em números confiáveis. Por exemplo, se você nota uma queda contínua de vendas, pode buscar entender o motivo para isso e assim, alcançar uma solução.

O contrário também é válido. Se a análise aponta para um crescimento exponencial de um produto ou grupo de produtos, talvez seja a hora de investir em variações dessas peças.

Se o seu negócio é novo, o foco deve estar na contabilidade de caixa e previsão de fluxo de caixa.

5. Faça da organização parte do processo diário

A preocupação com a organização financeira deve ser um hábito diário.

Reserve um tempo no final de cada dia para fazer um controle de vendas e compras. Isso ajudará no monitoramento do fluxo de caixa e irá facilitar o crescimento dos negócios.

6. Comprometa-se com o negócio mesmo em tempos difíceis

Entre as dicas de organização financeira, se comprometer parece a mais fácil, mas, na verdade é uma das mais complexas.

Todos os negócios enfrentam períodos em que o plano está fora do curso e a preocupação se instala.

Como lidar com isso? Ficando até mais tarde, chegando cedo ou trabalhando em um fim de semana.

Não se abata, apenas aceite que todo mundo passa por momentos difíceis e esse pode ser o seu momento de superar dificuldades.

7. Use a automação de tarefas

Como empreendedor, você sabe que na área financeira muitas tarefas são repetitivas.

Utilizando um software de automação você configura e automatiza essas atividades, definindo prazos para cada ação que deve ser realizada mensalmente, por exemplo.

Economia de tempo e organização financeira e gerencial, em uma única plataforma.

8. Utilize tecnologia

A última das dicas de organização financeira é aproveitar a tecnologia como aliada!

Procure um sistema de gerenciamento financeiro que seja completo. Entre as funcionalidades dos aplicativos estão:

  • Notificações de contas a pagar
  • Previsibilidade de recebimentos futuros
  • Planejamento financeiro
  • Cálculo de fluxo de caixa positivo ou negativo
  • Cálculo de necessidade de capital de giro e mais.

Confiar em métodos manuais para gerenciar a papelada, faz você perder tempo e dinheiro.

Com a Izettle você tem acesso ao aplicativo de gestão GRATUITO para pequenas empresas.Você pode utilizar o aplicativo para:

  • Organizar o negócio
  • Gerar um relatório de vendas simples e rápido
  • Realizar controle de estoque
  • Fazer uma gestão de equipe, eficiente
  • Cadastrar clientes e mais.

Simplifique a gestão do seu negócio com o aplicativo gratuito da iZettle.

Saiba mais aqui!

Na Izettle você também pode contratar a maquininha de cartão de débito e crédito com taxas especiais, aumentar suas vendas e receber o valor total de suas transações em 2 dias úteis. Entre em contato com a nossa equipe e saiba como a iZettle pode te ajudar.