Embora o impacto da internet no marketing seja inegável, o mundo virtual ainda não inclui todo mundo.

A última pesquisa do IBGE de 2016 apontou que no Brasil haviam 116 milhões de pessoas conectadas à internet, o equivalente a 64,7% da população. É um número relevante, mas ainda existem 63,3 milhões de pessoas que se mantêm offline.

Entre os entrevistados, três a cada quatro justificaram que o que as afasta é não saber usar ferramentas online ou não ter interesse nisso. O valor alto do serviço foi o motivo dado por 14,3% dos desconectados.

Isso cria um mundo de oportunidades para os anunciantes acessarem canais de mídia offline.

Mesmo que a chegada da Internet pareça ser o fim para mídias impressas e outras “datadas”, as campanhas de marketing que usam canais offline ainda são um aspecto fundamental dos mixes de marketing de muitas empresas.

De fato, de acordo com um estudo conduzido pelo Google em parceria com a Ipsos MediCT, as mídias offline tradicionais, como TV, rádio e impressos, ainda desempenham um papel importante nas pesquisas online de produtos e serviços.

Mas o que é marketing offline? Quais ações estão inseridas nessas estratégias fora da internet?

O que é marketing offline?

Dado o enorme aumento de popularidade da internet, os profissionais de marketing de hoje se referem a outros canais de mídia que não estão conectados à World Wide Web como “offline”.

As estratégias de marketing offline utilizam canais de mídia tradicionais para criar reconhecimento dos produtos e serviços de uma empresa, ou seja, o branding da marca. Essas campanhas podem incluir:

  • anúncios impressos – incluindo outdoors, cartazes e panfletos;
  • anúncios em rádio;
  • telemarketing;
  • anúncios na televisão.

Como é quase um pré-requisito para qualquer empresa hoje ter seu próprio site, as estratégias de marketing offline agora estão frequentemente ligadas aos esforços online da empresa.

Por exemplo, empresas como a Ford criaram anúncios impressos que incluem informações esparsas sobre novos veículos com URLs predominantes e referências ao Facebook ou iPhones.

Quem usa marketing offline?

  • Negócios locais

Empresas menores que desejam estabelecer um nome ou posição em uma comunidade local.

Por exemplo: restaurantes familiares, salões e boutiques locais ou estúdios de fotografia independentes podem usar anúncios em jornais comunitários ou pequenas peças de mala direta direcionadas para se estabelecerem na área que atendem.

 

  • Negócios regionais e de porte médio

Empresas com grandes bases de clientes que precisam alcançar clientes em uma área metropolitana ou região geográfica.

Empresas de construção, concessionárias de automóveis e redes de supermercados estão entre as empresas que podem construir familiaridade com os clientes através de meios de publicidade tradicionais.

Outdoors, comerciais de televisão regionais e spots de rádio podem espalhar a mensagem sobre uma empresa e construir sua credibilidade.

 

  • Grandes empresas nacionais/internacionais

Grandes corporações com nomes reconhecíveis e características da marca. Coca Cola, Brahma, Budweiser e Pão de Açúcar – estas são apenas algumas das principais empresas que mantêm uma presença regular em campanhas de marketing nacionais que envolvem canais de mídia offline.

Cada uma das campanhas dessas empresas apresentam posicionamento de alta frequência e foco no reconhecimento da marca.

Como um plano de marketing offline é desenvolvido e empregado?

As estratégias de marketing offline tendem a ser mais caras que as online, exigindo que as empresas desenvolvam planos abrangentes antes de implementar campanhas.

Normalmente, uma empresa deve primeiro decidir exatamente quem está tentando alcançar – o público alvo para serviços novos ou existentes – e, em seguida, determinar quais canais de mídia podem ser usados ​​para alcançá-los.

Se os clientes em potencial tendem a ler certas revistas, os profissionais de marketing podem colocar anúncios estrategicamente nessas publicações.

Esses anúncios geralmente apresentam mensagens consistentes sobre a empresa, além de imagens da marca. Os mesmos slogans e logotipos são usados ​​para criar familiaridade com clientes em potencial.

Atualmente, as estratégias de marketing offline e marketing online são usadas com mais frequência em colaboração umas com as outras. Muitas empresas tratam seus sites como os principais portais de seus esforços de marketing.

A maioria dos consumidores que deseja saber mais sobre os produtos ou serviços de uma empresa, em algum momento, acessará o site para obter informações e detalhes de contato.

O tema principal entre a parceria de marketing offline e online é tornar o site da empresa mais conhecido.

Por exemplo, se uma loja de eletrônicos estiver promovendo uma venda em homenagem a um aniversário importante, a intenção da empresa é atrair a atenção dos clientes para entrar na loja e aproveitar as vendas comemorativas.

Se a loja se limitar a mostrar apenas essas informações em seu site e não houver outros métodos para divulgar o evento, a empresa está limitando o número de vendas em potencial.

Em vez disso, a loja pode anunciar a venda de aniversário em jornais e outros meios offline que também incluem informações sobre o site da loja. Ao usar essas opções, a loja pode analisar de onde vem seu público, quem são e quantas responderam à chamada para ação do evento de aniversário.

Estratégias de marketing offline

Por trás das campanhas publicitárias e dos materiais promocionais criativos, a intenção básica de qualquer estratégia de marketing offline é aumentar o tráfego online, as vendas gerais e os lucros.

Existem várias estratégias que as empresas podem empregar para alcançar esses resultados, incluindo:

Mala Direta

É um dos meios mais utilizados em campanhas de marketing off-line. Os profissionais de marketing podem comprar listas de distribuição baseadas em dados demográficos que incluam pessoas com maior probabilidade de comprar seus produtos.

Por exemplo, uma loja online de alimentos para animais de estimação pode encomendar listas de pessoas que compram suprimentos para animais ou medicamentos online.

Preço com desconto

Outra forma de atrair clientes diretamente para o site de uma empresa é oferecer cupons online. Lojas de departamentos, mercearias e inúmeras outras empresas frequentemente anunciam as vendas de seus produtos e serviços em jornais locais e folhetos publicitários.

Em vez de incluir cupons no jornal, esses anúncios podem instruir os clientes a imprimir seus cupons no site da empresa. Se eles querem um desconto, eles têm que fazer uma parada online.

Programas de fidelidade

Para criar clientes fiéis, empresas de todos os portes costumam confiar em programas de fidelidade offline. Esses programas incentivam os clientes a ir até as empresas com mais frequência.

Por exemplo, uma lanchonete pode recompensar os clientes com um sanduíche gratuito em sua décima visita. Ou um time de futebol profissional pode oferecer uma excursão gratuita ao estádio para os fãs que comprarem ingressos para 10 ou mais jogos em casa.

A importância dos canais de mídia offline não diminuiu na era da Internet, mas tornou-se mais importante. As empresas podem usá-las como táticas independentes para alcançar clientes que preferem canais offline à internet ou em conjunto com esforços de marketing online para maximizar o tráfego para o site de uma empresa ou páginas de redes sociais.

Quais oportunidades você vê na cidade para investir em marketing offline? Tem seu controle de frente de caixa bem organizado para fazer novos investimentos?

Conheça o sistema gratuito da iZettle e simplifique a gestão do seu negócio. Organize seus produtos, controle o estoque, administre sua equipe e muito mais, quando e onde precisar.

Converse com nossos especialistas por telefone para saber mais sobre nossos planos e sobre nossa maquininha de cartão.

Simplifique a gestão do seu negócio com o aplicativo gratuito da iZettle.

Saiba mais aqui!