É muito fácil mesmo ter sua própria maquininha de cartão para receber pagamentos no débito ou no crédito. Se as pessoas soubessem como é prático, sem burocracia, rápido e barato, pode ter certeza que o cartão estaria sendo usado para comprar até banana da feira (e olha que já tem um monte de feirante que recebe pagamento dessa forma).

Quer saber se você pode ter uma máquina de cartão? Então, tome nota:

  • Você tem CPF? Ou CNPJ? Qualquer um dos dois.
  • Você tem conta em banco? Tanto faz ser corrente ou poupança.
  • Você tem celular ou tablet com acesso à internet? Pode ser Wi-Fi, 3G ou 4G.

Se respondeu sim para todas as perguntas acima, está pronto para receber pagamentos com cartão. Não é preciso ter mais nada!

A máquina de cartão é a melhor maneira de você receber por seu trabalho com mais segurança. Além disso, você jamais vai perder uma venda de novo. Você nunca mais ouvir “putz, tô sem dinheiro vivo” ou “você aceita transferência?” ou o sempre complicado “posso pagar em cheque?”.

Qualquer profissional liberal, vendedor, prestador de serviço e freelancer pode receber dessa forma. Sem distinção. Estamos falando do(a) advogado(a), do(a) psicólogo(a), do(a) músico(a), do(a) faz tudo, do(a) encanador(a)… Enfim, basicamente de todo mundo que exerce uma atividade profissional e quer receber por isso.

Professor de piano também pode. Qualquer profissional que queira receber por seu trabalho merece uma máquina de cartão para chamar de sua. Foto: Elijah Henderson

Com esse espírito, abaixo resolvemos compilar cinco mentiras sobre o processo de adquirir uma máquina de cartão. No melhor estilo “caçadores de mitos”, vamos derrubar uma balela atrás da outra.

1. Preciso ter empresa para ter máquina de cartão

Falso: para adquirir uma maquininha de cartão da iZettle, basta ter CPF válido e conta em banco. Mas, se tiver CNPJ, você também pode ter fazer seu cadastro. A grana cai direto, sem qualquer outro tipo de processo intermediário, como um site de pagamento digital, por exemplo. É da maquininha para a sua conta corrente ou poupança.

2. É muito caro e tem que pagar mensalidade

Falso: você acha que pagar 12x de R$14,90 é caro? Esse é o preço se paga com uma venda mensal por baixo, não acha? Pois é isso que você vai pagar pelo Maquinão iZettle. Nem um centavo a mais. Não há qualquer tipo de mensalidade. Você compra, e a máquina passa a ser um bem pessoal, como qualquer outro objeto que você adquire em uma loja.

3. Demora muito tempo para o depósito cair na conta

Nananinanão: Fez a venda? Apareceu “aprovado”? Em dois dias úteis, sua grana é depositada automaticamente na sua conta bancária de pessoa física ou jurídica. É assim com a maquininha da iZettle.

Com a iZettle, em 2 dias úteis, o valor total das suas vendas é depositado automaticamente na sua conta bancária, sem intermediários. É muito rápido! Foto: Adrien Ledoux/Unsplash

4. É muito difícil se cadastrar para conseguir uma maquininha

Outro mito: Basta seguir o passo a passo no site da máquina da iZettle. É como criar um login em qualquer loja online. Você cadastra, cria uma senha e tem acesso a ferramentas gratuitas para facilitar o gerenciamento do seu negócio e trabalhar de forma mais eficiente, como relatórios de vendas, controle de estoque, cadastro de clientes, entre outras.

5. Se a maquininha não aceitar a bandeira, você perde a venda

Parcialmente falso: se a sua máquina de cartão não aceitar a bandeira do cartão do pagador, fica difícil concluir a venda. Mas e se sua máquina aceitar Visa, American Express, Hiper, Hipercard, Mastercard e Elo, como o Maquinão iZettle? Será que seu cliente não tem alguma das três? Para ser honesta, é mais fácil ele querer te pagar com dinheiro do Banco Imobiliário do que não andar com ao menos um cartão dessas bandeiras, não acha?

Maquinão iZettle – muito mais do que uma máquina de cartão!

Faça seu cadastro já!