Se você chegou em um ponto mais avançado do trabalho com revenda de produtos, deve estar considerando ser autônomo. Saber como estruturar o seu negócio é essencial para tirar o máximo de proveito desse trabalho, começando com organização e planejamento para alcançar os benefícios.

Neste texto, você vai encontrar dicas e as principais informações, desde a organização até a prática do dia-a-dia, para saber como revender produtos de forma independente e aumentar a sua renda.

Confira os principais passos sobre como organizar seu negócio nos tópicos abaixo!

 

Mantenha um cronograma de atividades

A organização é um fator fundamental em qualquer tipo de trabalho, mas se torna ainda mais central quando falamos sobre um trabalho autônomo. É preciso estabelecer um objetivo e definir as tarefas do dia, da semana e/ou do mês para trabalhar tranquilamente.

Crie e mantenha sempre atualizado um cronograma de tarefas, contemplando pagamentos, compras, reposições, encomendas, entregas e encontro com clientes. Atribua data e hora para cada tarefa, organizando sua agenda e também cobrindo tudo o que pode ser esquecido. Se alguém te ajuda em alguma função, alinhe o cronograma de atividades também com ele.

Já imaginou perder uma venda por esquecer de conversar com um cliente? O cronograma é indispensável ao trabalhar com revenda de produtos.

 

Defina metas

As metas são o caminho para o objetivo maior. Se o objetivo é aumentar o lucro em um ano, uma meta possível é “conquistar mais X clientes por mês”. O mais interessante é definir metas de curto prazo (diárias ou semanais) e as distribuir na forma de tarefas dentro do cronograma, também estabelecendo as metas de longo prazo (um ano ou mais) para orientar seu passos.

Saber como estruturar o seu negócio começa e passa diretamente por essa organização individual e profissional, seguindo as metas e as atividades programadas para garantir a renda no fim do mês.

 

Mantenha as suas finanças organizadas

O que entra e o que sai do caixa deve ser monitorado para evitar surpresas e antecipar o seu planejamento financeiro. Como autônomo, você pode pensar que confiar na memória é o suficiente, mas é essencial anotar todos os mínimos detalhes.

O registro das finanças é o termômetro dos seus ganhos, acompanhando se o negócio vai bem ou onde precisa melhorar. É preciso registrar tudo ali e acompanhar, lembrando sempre que o dinheiro em caixa nunca pode ser misturado com o seu pessoal – nem os pagamentos, nem as compras, nada.

 

Aproveite as ferramentas gratuitas

A tecnologia é uma santa ajuda! Plataformas online, softwares e aplicativos dão total apoio para esses processos de organização, tanto de agenda quanto financeiro. E, o melhor: com muitas opções gratuitas.

Uma boa ideia é usar aplicativos para acompanhar as finanças do negócio, entre outras responsabilidades. Essas ferramentas oferecem edição simples e diferentes cálculos e análises. Também já existem aplicativos para listar e agendar suas tarefas, ou ainda soluções para conferir estoque e encomendas. Até as redes sociais são suas aliadas, possibilitando o relacionamento direto com seus clientes.

Agora que você sabe os principais passos de como estruturar o seu negócio de revenda de produtos, que tal conhecer alguns aplicativos de gestão para ajudar nessa organização?