Vender produtos de porta em porta é um dos tipos de vendas mais comuns. Todo mundo já recebeu a visita de algum vendedor em casa e sabe muito bem como funciona esse tipo de abordagem.

Porém, em tempos de lojas online e aplicativos de compras que oferecem conforto e comodidade em um clique, você deve estar se perguntando se essa é uma alternativa realmente lucrativa para quem deseja começar um novo negócio, não é mesmo?

Sabendo como organizar sua rotina e descobrir o mercado ideal para investir pode fazer com que valha a pena sim.

Quer saber porque vender de porta em porta ainda vale à pena? Descubra:

 

Flexibilidade de tempo

Um dos pontos mais vantajosos que faz valer a pena vender de porta em porta é poder organizar a sua própria rotina de horários de trabalho e conseguir se dedicar a outras atividades.

O começo da venda porta em porta pode ser uma forma de complementar a renda e, por isso, você pode realizá-la em horários alternativos ou com agendamento de clientes, seja em casa ou no escritório, por exemplo.

Muito mais do que apenas oferecer produtos, o vendedor atua como um consultor, ou seja, oferece um atendimento personalizado ao cliente e busca entender sua real necessidades específicas.

 

Contato com clientes

O atendimento de qualidade é essencial para atrair e conquistar o consumidor. E, para isso, quem que começar a vender de porta em porta, deve estar sempre atento em oferecer ao cliente conforto, segurança, comodidade e produtos de qualidade.

A forma mais adequada é sempre ter uma postura profissional que transmita confiança e, ao mesmo tempo, seja amigável. Atuar como um consultor significa entender o cliente, individualmente, e oferecer a ele  a melhor solução e vantagens em adquirir determinado produto.

Algumas estratégias de fidelização são importantíssimas e manter o contato frequente com o cliente é uma delas. Essa comunicação não precisa ser apenas presencial, você também pode utilizar redes sociais, como Whatsapp e Facebook, para agendar horários e compartilhar novidades.

Identificação com o produto

Não é muito dizer que para vender porta em porta é preciso passar total credibilidade sobre o seu produto. Uma das melhores formas é sendo você mesmo uma testemunha sobre as vantagens em utilizá-lo. Por isso, ao entender bem sobre o que está oferecendo, você pode auxiliar e responder às dúvidas dos seus clientes. E essa é uma das grandes vantagens de vender de porta em porta: você pode demonstrar seus produtos.

Diferente de lojas virtuais, estar presencialmente com o cliente significa permitir que ele tenha uma experiência sensorial de toque e teste do seu produto, o que gera confiança e aumentam, significativamente, as chances de identificação dele com o produto.

 

Diferenciais

A principal maneira de conquistar seus clientes é mostrar a eles porque o seu produto e atendimento são melhores do que a concorrência.

Oferecer comodidade, como a variedade nas formas de pagamento é essencial , por isso, maquininhas de cartão de crédito e débito, são bastante indicadas para quem trabalha vendendo de porta em porta.

A maioria dos consumidores prefere o pagamento utilizando cartão, pela praticidade e segurança que eles oferecem. Para o empreendedor, é uma maneira de evitar a inadimplência e transporte de dinheiro entre os atendimentos de clientes.

 

Caminho para o sucesso

Vender porta a porta vale à pena, sim, e vai exigir que você sue a camisa. Mas a recompensa financeira e profissional será vantajosa!

Existem mercados que funcionam muito bem para vendas de porta em porta, como o de produtos de beleza, cuidados com a saúde e bem estar e de vendas por catálogo ou mostruário.

O caminho para o sucesso vai depender de como você vai direcionar o seu negócio. Pensar no atendimento personalizado, com as variedade nas formas de pagamento e demonstração de produtos são atitudes que vão te fazer bater as suas metas de vendas e conquistar seus clientes.

Quer especializar ainda mais o seu atendimento à domicílio? Descubra como com dicas valiosas para quem trabalha com vendas porta a porta.